Posts Tagged ‘stadium’

Drops de uma madrugada de quarta-feira…

novembro 5, 2008

obama

# deu Obama! Será que isso é bom ou rim? Sei lá, a gente nunca pode esperar muita coisa de um político americano. Pelo menos o mundo se livrou de Bush e toda corja, que continuaria se McCain vencesse. Mas americano é muito foda em marketing, publicidade. Criaram uma imagem de Obama que lembrou Martin Luther King e os movimentos civis dos anos 1960.

# a campanha de Obama é um exemplo para marketeiros do mundo todo. Aqui no Brasil um monte de gente imitou aquela propaganda que o lídero do Black Eye Peas fez do Obama. Até aqui em Itajaí houve um plágiozinho.

# a onda Obama é o hype político do ano. Ser cool e não dizer que é Obama é ultrajante. É só tu pegar as celebridades que apóiam Obama. Vários atores e diretores de Hollywood, cantores, rappers, atletas, enfim, a nata pensante da classe artística americana. Já McCain tem apoio de políticos de sucesso do lado republicano e meia dúzia de atores e atrizes. Destaque para o governador Arnold Terminator e o Stalone. Bom esses dois tudo bem, eles fomentam o cinema bélico de Hollywood, seria muita boiolice votar em Obama.

# hoje eu praticamente estava sem fome. Mal tomei café, nem almocei e comi pouco de tarde. A noite nem tinha jantado. Ainda há pouco eu resolvi pedir uma torrada de frango lá do Tropical Lanches. Ligo para o lugar e a atrapalhada moça me pede o que eu quero. Digo e logo em seguida ela pede meu fone. Digo e ela diz: “Sr. Rafael…” e fica muda falando com um cara que me parecia ensinar ela como proceder ao ligar para o cliente.

# Depois ela pergunta que rua que eu moro, número e apto. Digo tudo que ela me pede, mais uma cara do cara provavelmente ensinado-a a colocar meus dados no PC. Mais um tempo de demora. Ai a moça começa a bater papo com outra que pergunta o fone dela e que horas que ela sai e o cara de certo, imagino eu, mexia no software que registra o pedido. Eu no celular que nem um 2 de paus, esperando. Ai a moça volta pro fone e mais uma vez pergunta: “O que o senhor vai quere para entrega?”  Puto da cara eu digo: “Nada!”, e desligo o telefone. Me restou comer bolacha salgada…

# recebi ontem o CD da banda Don Capone, de Orleans. Em breve vamos dar uma ouvida e falar um pouco sobre essa banda lá do Sul catarina.

# os Beatles são donos da idéia dos shows em grandes arenas. Em 1965 arriscaram tudo nisso e a ABC gravou um concerto em Nova Iorque no quente verão de agosto daquele ano. O Shea Stadium, que reuniu mais de 60 mil pessoas no estádio do New York Mets, time de basebal. O show foi gravado em cores e transmitido dias depois na TV. A estrutura foi horrível. Primeiro que naquela época não tinha PA, segundo que as vozes dos caras foram ligadas a auto-falantes do estádio, que anunciam troca de jogadores e terceiro que as 60 mil pessoas não paravam de gritar, praticamente impossível ouvir o que eles cantavam.

# o vídeo acima mostra bem como foi isso. Mas nada me tirada cabeça que rolou um baita overdub nesse filme do Shea Stadiu, fora a falta de sincronismo das câmeras com a música. Mas o ato em si é extremamente histórico e só conhecemos shows em grandes arenas, pois esses ingleses foram meio que pioneiros. O Planeta Terra vem ai, se você for, observa bem esse vídeo e o lugar aonde rolarão os shows. Tu vais ver que o que os Beatles fizeram foi na raça mesmo. No ano seguinte, 1966, eles abandonaram essa loucura de shows ao vivo para grandes (ou qualquer) platéias.

# não dá para agradar a todos. Mas existem alguns que você tem que aturar e aprender a conviver. Eu tenho vários calcanhares de aquiles no Mundo47. Alguma notícia mais marota ou até mesmo crítica a algum artista que eu recebo toneladas de comentários no blog todos os dias. Os principais: os emos, Mallu Magalhães, Ira!, Raimundos, Rodolfo Rodox, Engenheiros do Hawai, Amy Winehouse, enfim, alguns “pé no saco”. No fundo eu me divirto e respeito o que esse povo fã pensa. Só não aturo ofensa pessoal, o resto tá beleza.

# meu deus, eles vão dominar Balneário Camboriú, SOCORRO!!! Acabo de ver na comunidade da banda Mister Up, aqui de Balneário Camboriú, que a banda de hard rock, que faz músicas próprias e shows eletrizantes, se converteu ao cristianismo (eles eram budistas antes?) e vão agora compor um novo disco para divulgar a palavra de Deus. Pelo que eu entendi a banda toda virou believer (crente). Nossa, fiquei de cara agora.

# mas é real gente, tem que cuidar. Aqui em Balneário Camboriú é terra de música eletrônica e gente jovem crente. Tem aos milhares. Igrejas evangélicas por todos os lados. Só na minha rua são três igrejas. Elas começam em portinholas de salas comerciais na rua e algumas acabam grandes. Todas tem música gospel e as maiores atraem muitos jovens com rock gospel. Uma verdadeira febre. E aqui são crentes moderninhos. Se tu ver na rua tu não reconhece mais. Acabou-se o tempo que crente se vestia de terno, gravata, cabelo curto e ficava com a bíblia debaixo do braço.

Anúncios

O primeiro grande show do Mundo

junho 21, 2008

O primeiro maior show do mundo. Nova York, Estados Unidos, uma noite quente do verão de 1965. Os Beatles, maior fenômeno pop até então, se prepara para entrar no Shea Stadium, casa do New York Mets, completamente lotado. Há quem diga que foram 70 mil espectadores, mas tem vezes que os números caem para 55 mil almas. Não importa, até então, nada de muito grande, nestas proporções, aconteceu no rock and roll.

Em pleno EUA, quatro ingleses de cabelo grande, tocam quase que inaudíveis para a imensa platéia. Só mesmo em vídeo para ver que eles pelo menos fizeram um grande show de rock. O PA do estádio, usado apenas para anunciar a troca de jogadores durante os jogos e soar acordes daqueles órgãos de estádio, não conseguiu passar pela barreira de 55 mil gritos. Em 30 minutos, tudo registrado em cores pela rede CBS, os Beatles tocaram seus maiores hits até então. Iniciando com “Twist and Shout”, passando por “Baby´s in Black”, “I Feel Fine”, “A Hard Days Night”, “Act Naturly”, “Dizzy Miss Lizzy”, “Ticket To Ride” e finalizando com uma performance eletrizante de “I´m Down”.

Confira o vídeo zipado para o YouTube, “A MAIOR TELEVISÃO DO MUNDO”, por Rafael Weiss