Marcelo Camelo: seria a nova coqueluche do indie?

O pacato Marcelo Camelo, que deu um tempo na sua festejada banda Los Hermanos, estreou há poucos dias o show do seu primeiro disco solo, “Sou”, lançado há pouquíssimas semanas na internet, para audição e com vendagens ainda tímidas.  O que chama a atenção na resenha da jornalista Adriana Ferreira da Silva, da Folha de SP, é que mesmo para um primeiro show, Camelo alcançou um parâmetro de superstar no festival Coquetel Molotov, realizado em Pernambuco na última sexta-feira. Segundo o artigo de Adriana, centenas de pessoas lotaram o show de Camelo na primeira noite do festival. 

O clima do show foi com tietes segurando cartazes que tratavam de Camelo como verdadeiro galã. Adriana segue com seu relato, falando de gritos histéricos da garotas, choro, transe e o público cantando na ponta da lingua, todas as canções de Marcelo em seu disco “Sou”, lembrando novamente, lançado há pouco tempo. Assim como li o texto de Adriana, outros que fucei na web dizem praticamente a mesma coisa. Camelo é o “cultpop” de 2008. A grande maioria dos presentes, órfãos de Los Hermanos, finalmente acham o seu messias para que o “legado” continue. 

O show de “Sou” é hora introspectivo, quase um João Gilberto e hora é mais animado, com a forte presença dos independente do Hurtmold. O CD ainda não empolga tanto quanto qualquer último trabalho de Camelo com o Los Hermanos, mas é uma boa resposta ao seu próprio processo criativo, onde na banda as cabeças de Rodrigo Amarante e do próprio Camelo, disputavam respeitosamente pelo espaço nas composições. 

Marcelo Camelo se junta em 2008 ao hype de Mallu Magalhães, mas pelo menos Camelo ainda tem aquele “que” de liderança, mas talvez involuntáriamente e também pelos milhares de órfãos de Los Hermanos, o compositor e cantor tenha ainda um pouco mais de credibilidade e não seja um hype pastiche. Infelizmente, até agora, Santa Catarina não tenha ainda entrado na agenda de shows do cara, mas fiquem os produtores sabendo que não faltam interessados em trazer o show de Camelo para terras catarinenses.

Confira o artigo da Folha de São Paulo

Tags: , , , , , ,

2 Respostas to “Marcelo Camelo: seria a nova coqueluche do indie?”

  1. Bola Says:

    hype rafa? Dá um tempo … não força!!

  2. Mutley Says:

    Weiss, tu tá maluco? Camelo novo hype? Em 2008?

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: