Tim Festival Curitiba: 31/10/2007

A road trip para o róque

O rock nos acompanhou de Itajaí até chegarmos a Curitiba, umas 5h e lá na casa do Ramiro, catei os ingressos com a patroa dele e “simandamo” pra Pedreira Paulo Leminski, onde a bagaça estava para acontecer. Pra quem queria se livrar de filas e muvuca, fui parar no final duma fila grande com vendedores de uisque paraguaio, levando uma geral dos “puliça”. Deu até dó de ver o milico jogando uma garrafa de Johnny Walker Red na grota. Na fila, além da espera corriqueira, a oportunidade de fazer amizades é grande. Um casal curitiboca nos falava sobre como o curitibano curte uma fila e os cambistas/vendedores de capa de chuva, lucravam apenas vendendo capa de chuva, pois os ingressos estavam baratinhos nas mãos deles. Bem, a capa de chuva foi adquirida, pois a ameaça de uma pancada era grande, porém o tempo se abriu e até estrelas foram vistas em cima da cabeça da galera.

Mas o que fizemos na fila de espera? Bom, graças a pessoas como Felipe Damo, que faz e que tem idéias incríveis, nos deparamos com a leitura de um agradável folder de uma comunidade hippie-crente-punk-grunge-argentina, que nos entreteu com boas risadas sobre “Ele” (www.dozetribos.com.br).
Entramos na Pedreira e já tinha uma galera lá dentro. Não tocava som nenhum e nínguem sabia informar se já tinha começado. Depois de encontrar camaradas de SC (cacete, como tinha 47,48 e 49 lá), comi um Hot Dog, porém também não vi o show deles, eu to falando do Hot Chips. Resumindo, a fila e a desorganização na entrada, nos rendeu a perda do show do Hot Batata Chips.
 
Shows:
 
Piörg (Björg):

bjorg.jpg

Como disse Kenzo Miúra, a Piörg merece o troféu canseira. A mulher estava elétrica no palco, mas deu uma canseira na platéia, pelo menos na maioria. Eu também achei o show bonito, muito bem vistoso, me lembrou o Flaming Lips em SP, porém a música, bom a música é uma chatice sem tamanho. Na boa, a mulher canta em inglês sem sotaque nenhum, porém quando apresentou a banda disse coisas como: “In The Drrrrrrrrrruummms…fulano”, fora os grunidos. No nosso bolinho, o comentário era de que a Björg é uma espécie de Ivete Sangalo da Islândia, pela sua apresentação bem… típica. Outros falaram do Boi de Parintins, enfim, uma festa colorida.
 
Arctic Monkeys:

artic01.jpg

Eu achei o show bom, porém acredito que seria muito mais animal se a apresentação dos ingleses fosse num lugar menor, não num lugar ao ar livre e com muita gente. Os piás fazem um puta som, mas no palco a coisa não se desenvolve, parece o time do Corintians, cai ou não cai. Achei o som muito bem acertado para o show deles. Hoje os shows estão com muito equipamento tecnológico que deixa o som limpinho, tava bom. O Felipe Damo comentou que os caras eram assim pois são ingleses, porém eu discordei da opinião dele: “E o Bruce do Iron Maden?”. O Arctic Monkeys valorizou o segundo disco, mas não dispensou seus hits do primeiro, músicas que agitaram a platéia.
 
Killers:

killers01.jpg

Ou The “Kailers” segundo o Kenzo. Bom, na preparação do palco eu achei muita frescura aquela decoração de pentiadeira de puta e luzes de natal. Mas cara, durante o show aquela coisa não foi tão bizarra, aliás, deu brilho e rolou aquele lance de Oscar do conjunto da obra dos caras, foi merecido. Alguém lembrou do Halloween, mas esqueceram de avisar ao baterista do Killers que o Brasil não comemora a festa americana. O batera estava vestido de bruxo e mais parecia um personagem Disney do que baterista do Killers. Acho que os caras tavam no clima. Se o público soubesse, poderia ter trazido doces e bombons para bombardear os músicos, acho que sairiam felizes.
O Brendon Flowers mesmo é um frontman de primeira. Falta muito ainda pra chegar aos pés de outros que são fodões nessa área, mas o cara tá no caminho. Simpatia total de todos na verdade e o Killers presenteou os fãs do Sul com as boas músicas do último disco, Sam´s Town e claro, as clássicas do primeiro disco que agitaram mais a galera. 
 

Anúncios

3 Respostas to “Tim Festival Curitiba: 31/10/2007”

  1. Fan do Weiss Says:

    será que perdi algo????

  2. Fábio Ricardo Says:

    Todos deveriam plantar uma árvore, escrever um livro e assistir a um show do The Killers!

    valeu pela carona, pelo convite e pela companhia Weiss. sempre q rolar diversões como esta, sou parceiro!

  3. Bola Says:

    Achei o show do Killers muito bom, músicas conhceidas e a galera vibrando … muito bom … arctic monkeys é banda de internet, no palco uma merda… bjork sem comentários…

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: